Junho 18, 2024

 O benefício do auxilio emergencial que acabaria agora em julho, terá uma nova prorrogação de três meses segundo a declaração do ministro da economia Paulo Guedes.

A nova prorrogação está diretamente ligada ao calendário de vacinação, o Governo Federal pretende garantir os direitos e assegurar a população até o fim do ciclo de vacinação. o auxílio emergencial será definido em mais três parcelas porém; Guedes declarou que poderá haver outra prorrogação a depender dos avanços da pandemia no país. Caso a meta seja alcançada até outubro,será definitivo o número de apenas mais três parcelas do auxílio. em relação ao valor segundo o ministro Paulo Guede, vão ser mantidas as mesmas condições estabelecidas durante o pagamento inicial, ou seja, com os valores variando entre R$ 150 e R$ 375 a depender da composição familiar. Com o anuncio da nova prorrogação, parlamentares se movimentam pedindo a alteração dos valores, o deputado federal Eduardo da Fonte (PP-PE) que classificou como louvável o anúncio da nova prorrogação. No entanto, para o deputado, que é autor do Projeto de Lei 2550/20 ,argumenta que “ é necessário que os valores possam ser reajustados para 600$ o que era pago no ano passado, afim de garantir o sustento dos mais vulneráveis“.

Por: Micaela Sousa/bahianoticiasextremosul

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *