Operação entre Polícia Militar e Polícia Civil apreende farta quantidade de drogas que abasteceria o São João de Itamaraju

0

No final da tarde de quinta-feira (22), policiais militares do PETO e do serviço motopatrulhamento da 43ª CIPM foram acionados por agentes do Setor de Operações de Inteligência da unidade e do Serviço de Investigação da Delegacia Territorial de Itamaraju (DTI) para fazerem frente a uma ocorrência de tráfico de drogas, no bairro São Domingos, após terem flagrado uma movimentação estranha de pessoas, em uma residência, suspeitas de estarem armadas e embalando drogas para a comercialização.

Na ocasião, foi montada uma operação conjunta e quando os policiais se aproximaram da casa, fazendo o cerco, foram observadas pessoas evadindo do local e efetuando disparos com armas de fogo contra as guarnições, chegando inclusive a invadirem residências na tentativa de fuga. No acompanhamento feito pelos policiais, houve o confronto armado com um dos homens (preso meses atrás por tráfico de drogas), o qual foi alvejado e socorrido com vida ao Hospital Municipal de Itamaraju, onde veio ao óbito.

Fotos Polícia Militar e Polícia Civil

Na operação conjunta, os policiais apreenderam: 01 revólver, marca Ômega, calibre 32 (usado pelo resistente), com 04 munições deflagradas e 01 munição picotada, 01 espingarda artesanal, R$ 588,00 Reais em espécie, 843 pedras de crack (351g), 392 pinos de cocaína, 02 tabletes de maconha recortado (2,130 kg), 56 buchas de maconha (197g), 83 porções de maconha, 01 celular Motorola, 01 moto Yamaha YBR, de Cor verde e placa policial JMI- 6H57 e 04 balanças de precisão.

Informações levantadas pela polícia dão conta que o grupo criminoso tem envolvimento com homicídios na cidade e que a droga apreendida seria comercializada nos festejos juninos do município. Um homem também foi preso na ação, após ter deixado o imóvel usado para a prática criminosa, portando drogas, no curso da operação. Todo o material apreendido foi apresentado na Delegacia Territorial de Itamaraju, onde foi lavrado o auto de oposição à intervenção policial.

FONTE: ASCOM

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *