Julho 18, 2024

Câmara Municipal de Prado reprova contas da ex-prefeita “Mayra Brito” e torna-a inelegível

0

Em sessão plenária realizada nesta terça-feira, 25 de junho, a Câmara Municipal de Prado reprovou as contas da ex-prefeita do município, Mayra Brito, referentes à gestão de 2019. Com um placar de 8×3, a votação decidiu pela reprovação das contas da ex-gestora, resultando em sua inelegibilidade para futuras disputas eleitorais.

Os vereadores que votaram pela reprovação das contas foram Professor Boloca, Luciana da Lookgás, Super Choque, Brenio Pires, Ailton do Mercado, Cacique Zeca, Marciclei do Carmo e Odilei Mattos. Os parlamentares Dr. Wanderson, Robério Barros e Eglif votaram contra a inelegibilidade de Mayra Brito.

Com essa decisão, Mayra Brito enfrenta mais uma derrota política, que a impede de se candidatar a cargos públicos. Desde 2016, o Supremo Tribunal Federal (STF) determina que a rejeição das contas de um prefeito pela Câmara de Vereadores resulta em inelegibilidade, conforme previsto na Lei da Ficha Limpa. Esta legislação tem como objetivo manter a probidade administrativa e afastar da vida pública aqueles que não atendem aos requisitos de boa gestão e transparência.

A sessão foi marcada por debates acalorados e a decisão final reflete a atual polarização política no município de Prado. A reprovação das contas de Mayra Brito evidencia a importância da fiscalização e da responsabilidade na gestão pública, ressaltando o papel crucial das câmaras municipais em assegurar a integridade e a eficiência dos administradores públicos.

FONTE: BahiaExtremoSul

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *