Junho 17, 2024

Itamaraju registra casos de Febre Oropouche

0

O número de casos confirmados de Febre do Oropouche vem aumentando na Bahia, com um total de 628 diagnósticos positivos até o momento, de acordo com a última atualização do Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) divulgada na quinta-feira 6. No Extremo Sul do estado, as cidades de Itamaraju e Porto Seguro registraram, respectivamente, 5 e 2 casos confirmados, gerando preocupação entre as autoridades em saúde.

A Febre do Oropouche é uma doença viral transmitida pelo Culicoides paraensis, um pequeno inseto conhecidocomo maruim ou mosquito-pólvora. Até o momento, não há registros de transmissão direta entre pessoas. Os sintomas incluem dor de cabeça, dor muscular, dor nas articulações, náusea e diarreia, e são similares aos de outras doenças como dengue e chikungunya, o que exige atenção para um diagnóstico correto.

Embora os sintomas da febre geralmente durem de 2 a 7 dias e não deixem sequelas, em casos mais graves o tempo de recuperação pode ser prolongado. Até agora, não foram registrados óbitos associados à infecção pelo vírus da Febre do Oropouche no Brasil.

Diante deste aumento de casos, as autoridades de saúde enfatizam a necessidade de procurar atendimento médico imediato ao primeiro sinal de sintomas. Além disso, é preciso intensificar as medidas de prevenção e controle de vetores, como a eliminação de criadouros do mosquito, para impedir a propagação do vírus.

As cidades de Itamaraju e Porto Seguro estão em alerta, e as equipes de saúde continuam monitorando a situação de perto, enquanto campanhas de conscientização e informação são promovidas para educar a população sobre como se proteger e evitar a disseminação da doença.

FONTE: Extremosulfm

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *